Alfa Arbutin ( Alpha Arbutin) - Unica Opção

Produto novo

É um Clareador cutâneo tópico utilizado no tratamento de hipercromias. Promove clareamento e homogeneidade da tonalidade cutânea em todos os tipos de pele. Quimicamente é um alfa-glicosídeo de hidroquinona. Possui maior eficácia e estabilidade em relação ao beta arbutin. 

Importante

1. Uso externo, não utilizar puro sobre a pele. 
2. Respeitar as dosagens recomendadas, este produto deve ser manipulado por profissional da área técnica química  de maneira a respeitar as diretrizes  de manipulação.
3. A Engenharia das Essências não se responsabiliza pela aplicação inadequada do produto, a manipulação do produto é de inteira responsabilidade do manipulador, atente-se as dosagens recomendadas e procedimentos apresentados no estudo abaixo.
4.  Insumo cosmético, produto não acabado.

5. Validade : 11/2023

Mais detalhes

16 Itens

R$ 98,70

  • 5 gr

Ficha técnica

NCM29389090

Mais informações

INCI Name: Hydroxyphenyl-beta-D-glucopyranoside

CAS: 497-76-7

É um Clareador cutâneo tópico utilizado no tratamento de hipercromias. Promove clareamento e homogeneidade da tonalidade cutânea em todos os tipos de pele. Quimicamente é um alfa-glicosídeo de hidroquinona. Possui maior eficácia e estabilidade em relação ao beta arbutin. Alfa Arbutin é um ingrediente ativo puro biossintético. Um clareador com grande diferencial clareia e promove um tom uniforme em todos os tipos de pele. Atua bloqueando a biossíntese epidermal da melanina através da inibição da oxidação enzimática da tirosina a DOPA. A ligação alfa-glucosídeo oferece uma estabilidade e eficácia maior a molécula. Isto leva à um ativo clareador da pele que atua de forma mais rápida e eficaz minimiza as manchas já existentes e reduz o grau de bronzeamento da pele após exposição UV quimicamente estável em pH entre 3,5 a 6,5.

Dosagem de aplicação : 1,0 a 3,0% em cremes, loções, géis e géis-cremes.

Importante : Se for associado a outros despigmentantes, pode ser usado em concentrações menores, de 0,5 à 1,0%.

Farmacotécnica

  • É facilmente incorporado em muitos tipos de bases, conferindo maior estabilidade ao produto final;
  • O pH de estabilidade do Arbutin é entre 5 a 8;
  • Deve-se adicionar de 0,1 a 0,2% de EDTA dissódico e 0,6 de metabissulfito às suas formulações e deve ser acrescentado tampão citrato/ácido cítrico;
  • Não deve ser aquecido acima de 70 graus centigrados; 
  • Não deve ser associado com Ácido Glicólico na mesma formulação pela baixa estabilidade (devido ao pH) e pela perda de atividade;
  • Pó altamente higroscópico.

Importante : 

  1. A ação despigmentante do Arbutin é maior do que a do Ácido Kójico e do Fosfato de Ascorbil Magnésio (Vitamina C Estabilizada).
  2. Forma “alfa” Estruturalmente o Alfa-Arbutin é um alfa-glucosídeo. A estrutura alfa-glucosídica oferece maior estabilidade e eficácia do que a forma beta, em relação ao beta-arbutin. Isso leva a uma ação clareadora da pele mais rápida e eficaz e diminuição do escurecimento da pele após raios UV.

Referências Bibliográficas

  • Cosmetics&Toiletries. Vol.14, mai-jun 2002. 2. BATISTUZZO, J.A; ITAYA, M; ETO, Y.
  • Formulário Médico-Farmacêutico. São Paulo/SP:Tecnopress, 4ª Ed. 2011
  • Hipercromias: Aspectos Gerais e Uso de Despigmentantes Cutâneos