ÓLEO de SEMENTE de MELÃO - ANVISA

Produto novo

INCI : Citrullus lanathus seed oil - Origem : África

Obtenção : Prensagem a frio das sementes

 ANVISA número de registro 25351.68549/2019-91

Validade : 11/2022

Informações adicionais:

  • Não testado em animais e sem ingredientes de origem animais, para low poo e no poo, vegano, não contém: parabenos, sulfatos, perfume artificial, corante artificial , óleo mineral e silicones.
  • Óleo vegetal 100 % puro em vidro âmbar, veja cromatografia do lote que está sendo comercializado.

Mais detalhes

100 Itens

De R$ 31,50

Por R$ 27,72

  • 10 ml

Ficha técnica

NCM 15159090

Mais informações

Óleo vegetal de Semente de Melão

INCI Name: Citrullus lanathus seed oil 

Origem : África

Importante

  • Produto acabado, pronto para uso, ANVISA número de registro 25351.68549/2019-91
  • Modo de usar: aplicar quantidade suficiente do óleo de semente de melão sobre a pele limpa (rosto/corpo) antes de deitar e massagear , o óleo de semente de melão  também pode ser utilizado nos cabelos, conforme instruções na embalagem.
  • Mantenha o produto fora do alcance de crianças e ao abrigo da luz e calor.  
  •  Em caso de irritação , retire imediatamente o produto com água corrente , suspenda o uso e procure orientação de um profissional da saúde.

Obtenção: Prensagem á frio, seguida de filtração.

O óleo de melão ou Citrullus lanatus  é conhecido no sul da África pelos nomes:  karkoer, mankataan, tshamma, ootanga ou melancia selvagem, considerado parente da melancia, o melão Kalahari é encontrado na árida região de Kalahari, no sul da África. 

A planta é de natureza rasteira com flores amarelas que crescem em solos arenosos  de baixa fertilidade,  resistente à seca  pode ser valiosa como cobertura de solo para reduzir a erosão e a perda de água. A fruta é redonda (cresce selvagem) ou oval (cultivada)  é verde clara com listras mosqueadas verdes mais escuras. As sementes produzem um rico óleo amarelo, usado em cosméticos para promover o crescimento do cabelo, além de um ingrediente em sabão, quando as sementes são moídas podem ser utilizadas como esfoliantes corporais e faciais. O óleo é extraído esmagando as sementes após a secagem.

Ácido Graxo Linoleico

Ácido Graxos são compostos orgânicos produzidos quando ocorre a quebra das gorduras, considerados pouco solúveis em água. Dividem-se em: saturados, monoinsaturados poli-insaturados. Os chamados poli-insaturados ou ácidos graxos essenciais não são sintetizados no corpo humano, devendo, portanto ser inserido na alimentação por meio de outras fontes nutricionais, entre os principais ácidos graxos essenciais temos: o ômega 3 (ácido linolênico) presente nos peixes, como salmão e óleo de peixe. Já ômega 6 (ácido linoleico) presente em diversos óleos vegetais como: girassol, milho, semente de uva, semente de melão e outros.

O ácido linoleico (ômega-6) e seus derivados têm um papel importante na estrutura e função na permeabilidade da barreira do estrato córneo da nossa pele, alterações comuns em pessoas com dermatite atópica, esse ácido graxo é precursor das ceramidas e pode modular a resposta imune da epiderme, pois influencia os linfócitos T exercendo influências positivas em dermatoses inflamatórias como acne e psoríase.

Quando há uma deficiência destes ácidos graxos há um comprometimento com a permeabilidade da barreira da pele o que resulta em uma desidratação da epiderme.

A fruta ainda é  usada pelo povo san (bosquímano) como uma fonte de água, além de hidratante e protetor solar serve de alimentação para o  gado e caça. A fruta também pode ser uma fonte de alimento humano, as sementes são ricas em proteínas (35%) e podem ser torradas, comidas ou moídas como mingau.

O óleo de semente de melão possui níveis semelhantes de ácido graxo essencial ômega-6 (68%) ao da prímula (72%), garantindo propriedades anti-inflamatórias, restaurando a elasticidade da pele e combatendo as rugas.

VÍDEO - 
The Story of Kalahari Melon Seed Oil

"Depois de sofrer a pior seca em 80 anos, a fazenda e região encontram uma nova esperança em uma planta indígena que tem sido negligenciada por milênios. Ao contrário de outros óleos cosméticos, o óleo das sementes do Kalahari Melon é rico em ácidos graxos essenciais e vitamina E, tornando-o o melhor ingrediente natural para cuidados pessoais. A incrível resistência à seca do Kalahari Melon também confere a este óleo uma sustentabilidade superior, pois pode crescer em áreas quentes e secas com muito pouca água. Para nós e nossa comunidade, isso é muito gratificante, pois essa f​abricação deste produto pode recuperar a indústria que foi tão danificada durante a seca."


Comodo SSL