Canela, tudo de bom!!!

Olá, tudo bem por aí?? Espero que sim..

Estamos chegando no inverno  e é sempre bom aproveitarmos um pouquinho mais da canela, seu  aroma perfumado, doce e quente faz dela uma especiaria perfeita para os meses de frio nas bebidas quentes.

Canela é uma especiaria obtida a partir da casca interna de várias espécies de árvores do gênero Cinnamomum (família Lauraceae), entre essas espécies temos: Cinnamomum verum, conhecido pelo nome comum de canela verdadeira cujo sinônimo conhecido  Cinnamomum zeylanicum, espécie de pequenas árvores  perenifólias da família Lauraceae, nativa do Sri Lanka mas talvez você não saiba que a maioria da canela em pó  que circula no comércio nacional e internacional é derivado de espécies relacionadas , Cinnamomum cassia, a “cassia”. Veja abaixo a foto das duas canelas.

Agora vamos falar um pouquinho na dúvida no momento  de comprar o óleo essencial  canela , qual a melhor opção folha ou casca?? As duas espécies citadas Ciannamomum zeylanicum ou Cinnamomum cassia podem ser extraídos os óleos essenciais da casca e da folha, a espécie não irá interferir tanto no odor em si, mas a grande confusão está  quando algumas pessoas compram um óleo essencial de canela esperando o odor similar da canela que conhecemos no dia a dia mas infelizmente optam pelo óleo essencial de canela folha com certeza terão uma decepção pois o óleo essencial  de canela folha é rico em Eugenol que lembra óleo de cravo, então fica a frustração da compra do óleo errado?!

Mas aqui o importante salientar que no óleo essencial de canela  temos os componentes : Cinamaldeído e Eugenol sendo que no óleo de canela folha predomina o eugenol e no canela casca predomina o Cinamaldeído que confere o odor mais próximo da canela…então se você quer o óleo essencial com mais próxima do odor da canela que conhecemos no dia a dia opte pelo óleo essencial de canela casca, OK

Abaixo as principais propriedades do óleos essencial de casca e da folha.

 O.E Canela Casca, indicado para : combate de infecção intestinal e diarréia, redutor da celulite, flacidez, proporciona equilíbrio emocional, desinibe.

O.E.Canela Folha, indicado como : analgésico, anti-inflamatório , artrite, fibromialgia , tendinite, indicado para pessoas distantes auxilia superar o isolamento.

 Até breve, Inês Martins

Oliveira e suas propriedades do bem

Olá Pessoal , tudo bem? Começamos 2018 falando das oliveiras.

A oliveira é uma árvore que representa vida e esperança. Foi um ramo de oliveira que, no dilúvio o pombo trouxe à Noé para dizer que a água já teria baixado. Seu nome científico é Olea europaea L. Esta árvore é nativa do leste do mar mediterrâneo e dela obtemos o azeite e a azeitona.

O que faz das oliveiras ter tantas propriedades especiais como:  ação antialérgica, anti-inflamatória e antioxidante. É também hipotensor, febrífugo, espasmódico, diurético, hipoglicemiante. As principais fontes dos benefícios da oliveira são tiradas das suas :  folhas, da azeitona e de seu derivado o azeite (óleo).

As folhas da oliveira: Devido a sua ação antioxidante, o uso das folhas é capaz de aumentar imunidade, melhora o estresse e a fadiga. Tem uma alta concentração de fibras e por isso minimiza os problemas como a prisão de ventre. A sua propriedade antioxidante também ajuda o metabolismo a queimar gordura, contribuindo para o emagrecimento, caso você não saiba as folhas de oliveira possuem 3x mais minerais como: cobre, fósforo, magnésio, manganês, selênio e zinco, se comparado ao chá verde.

A Azeitona  é o fruto da oliveira, mundialmente utilizado na culinária como ingredientes para diversos pratos. A Oliva como também é conhecido ajuda na saúde ocular e prevenção do câncer. Seu consumo ajuda principalmente quem deseja prevenir as doenças do coração, pois o ácido graxo presente colabora para o aumento do bom colesterol.

O azeite de oliva é basicamente o óleo obtido diretamente da azeitona (ou suco oleoso da fruta), sem o uso de solventes na extração, que passa por um minucioso e complexo processo até dar origem ao produto final, que jamais terá um sabor único, uma vez que cada tipo de azeitona vai produzir um azeite diferente, podendo ser mais ou menos amargo, adocicado, picante, suave e etc.

E no mundo cosmético aonde entra o óleo (azeite de oliva) para quem não sabe,  as mulheres egípcias já se beneficiavam dos efeitos do azeite de oliva para os cuidados com a pele, e desde então surgiu o primeiro sabonete, misturando azeites, essências e cinzas. Já os gregos o utilizavam para massagens, confiando em seu poder para aumentar a beleza e a virilidade.

Abaixo algumas maneiras de utilizar  no seu dia a dia:

Ação anti-rugas – Umedeça as pontas dos dedos indicador e médio em azeite de oliva virgem e delicadamente massageie o rosto, fazendo movimentos regulares de baixo para cima e de dentro para fora. Em seguida, lave o rosto. Repita esse procedimento uma vez por semana.

Ação esfoliante – Misture uma colher de sopa de açúcar cristal com algumas gotas de azeite de oliva, de modo que o açúcar se torne uma pasta. Esfregue suavemente o queixo, as laterais do nariz e a testa. Em seguida, lave o rosto.

Ação recuperadora dos fios de cabelos desidratados – Antes de dormir, coloque algumas gotas de azeite de oliva na palma da mão e aplique nas pontas ressecadas. Lave os cabelos normalmente no dia seguinte.

Ação para fortalecer unhas fracas e quebradiças –Mergulhe as unhas em azeite de oliva morno, deixe agir por alguns minutos e massageie delicadamente cada unha.

Ação fortalecedora de cabelos fracos –Misture 2 colheres de sopa de vinagre de maçã, 2 colheres de sopa de mel e 2 colheres de sopa de azeite de oliva. Aplique essa mistura nos cabelos, massageie e coloque uma touca térmica, deixando agir por 20 minutos. Lave os cabelos normalmente. Repita esse procedimento uma vez por semana.

Se as mulheres egípcias pudessem imaginar que sugeria no mundo moderno um derivado de oliva que pudessem agregar água e óleo, o qual chamamos de emulsionante  de maneira esplêndida e contribuindo com um sensorial magnífico. Nossa pessoal, que maravilha não é ?! Pois é estamos falando Olivas Mil quer saber mais dá uma olhadinha aqui! neste LINK

Um abraço e até o nosso próximo post!

Bye, Inês Martins

Visite a Engenharia das Essências

 

 

Óleo de jojoba, sempre!!

Olá, tudo bem!!! Certamente você já ouviu falar em JOJOBA,  planta que lembra um arbusto, proveniente da América do Norte, especialmente dos desertos de Mojave (Califórnia) e o deserto de Sonora (México).

Dos grãos da JOJOBA,  é removido as cascas  e a partir da prensagem a frio de suas sementes  obtemos  um óleo vegetal “nobre” composto por substâncias como : vitamina A,  vitaminas do complexo B,  vitamina E, ácido mirístico  e  96 % de Ceramidas.

As ceramidas são responsáveis pela barreira de permeabilidade da pele, evitando a penetração de agentes danosos do meio ambiente e a perda transepidermal de água, mantendo a pele hidratada, dessa forma proporciona um potente aumento da capacidade de retenção hídrica da pele, contribuindo para a hidratação . Já a vitamina E possui ação antioxidante que fortalece as paredes capilares da pele e melhora a sua hidratação e elasticidade, trabalhando como um agente natural de antienvelhecimento, contribuindo para diminuição da inflamação na pele, ajudando para que a pele tenha uma aparência jovem e saudável. As vitaminas do complexo B, auxiliam no processo de cicatrização de feridas e cortes.

vitamina A também penetra na pele e normaliza o processo de queratinização, deixando a pele lisa e macia, reduz o espessamento da epiderme, normaliza a pele ressecada e reduz a escamação do couro cabeludo. O  ácido mirístico proporciona ação anti-inflamatória e protege de irritações.

Se você não gostava  da pegajosidade dos  óleos vegetais sobre a pele , agora você tem um bom motivo para começar utilizar um óleo vegetal ,  o óleo de jojoba favorece toque seco  e  uma sensação de maciez aveludada , geralmente surpreende pela hidratação e umectação sem sensação gordurosa.

Abaixo  mais  bons motivos , para você ter um óleo de jojoba no seu uso diário.

  •  Reduz visivelmente as rugas e previne as estrias, mantendo a pele elástica: se usado constantemente. O óleo de Jojoba é muito útil em caso de desidratação, descamação, irritação e no cuidado de todo tipo de pele.
  • Combate a acne: o óleo de jojoba é um bom detergente natural e regulador da produção de sebo.
  • Excelente demaquilante: aplique algumas gotas de jojoba no algodão e retire a maquiagem do rosto e área dos olhos. Acredite, é ótimo!
  • Homens, o óleo de jojoba é uma ótima base para barbear: se aplicado como base para a espuma de barbear, o óleo de jojoba garante um barbear mas confortável e suave. Sua pele ficará mais macia quando terminar.
  • Eficiente hidratante corporal: espalhe algumas gotas de óleo de jojoba pelo corpo, mãos e pés.
  • Cuida bem dos seus cabelos: o óleo de Jojoba é muito eficiente em caso de caspa, pontas duplas e secas, protegendo contra fatores externos de danificação do cabelo (como sol, mar, frio e poluição). Aplique um pouco de óleo de jojoba nas pontas do cabelo, ou adicione algumas gotas ao seu condicionador depois de lavar com shampoo.
  • Combate a queda de cabelo: quando massageado diretamente no couro cabeludo, faz com que os folículos do cabelo fiquem livres das partículas, estimulando a germinação das células na epiderme e proporcionando um renovado crescimento dos cabelos. Também torna o couro cabeludo menos ácido, regulando as secreções glandulares. Basta massageá-lo diretamente no couro cabeludo e deixá-lo agir por 15–20 minutos antes de aplicar o xampu.
  • Hidratação labial: aplique o óleo de jojoba sobre os lábios e veja que hidratação.
  • Melhora as suas unhas: para ter unhas mais fortes e resistentes, aplique óleo de jojoba 1 ou 2 vezes por semana com uma leve massagem. Ele também hidrata as cutículas.

Espero que você tenha gostado. Até breve !!

Abraços, Inês Martins.

Girassol, é o meu nome.

Olá, bom dia! Hoje vamos falar um pouquinho sobre os girassóis (Helianthus annus) , são plantas originárias da América do Sul cultivada pelos povos indígenas para alimentação, foi domesticada por volta do ano 1000 a.C. Suas flores e folhas são utilizadas para cicatrizar feridas e machucados. Suas sementes produzem um óleo de cor clara com aroma delicado ideal para usar como base de massagem ou ainda como um óleo para misturas com óleos essenciais.

O alto teor de ácido graxo linoleico (ômega 6)  e carotenóides torna o óleo de girassol poderoso para massagens no corpo  conferindo nutrição, umectação e vitalidade à pele, por ser um óleo de absorção mais lenta faz com que ele seja utilizado nos tratamentos estéticos, relaxantes e os mais longos em spas. Uma peculiaridade deste óleo é a aplicação no cuidado com os pacientes de cama, para o proteção das escaras que se formam. Extremamente versátil e compatível com todos os tipos de pele , de preferência as menos oleosas é o tratamento ideal devido seu preço e benefício.

Devido apresentar quantidades superiores de  Vitamina E  em relação as quantidade presente  na manteiga de karité e óleo de amêndoas , o óleo de girassol  leva vantagem quando utilizado regularmente,  prevenindo danos nas células da pele decorrentes da luz solar e os raios ultravioletas, previne  também formação de cicatrizes, suaviza a aparência de rugas já existentes e, em geral, melhora a saúde e a aparência da pele. Outro destaque também é a presença das vitaminas D, C e A. Pesquisas demonstraram que esse perfil faz com que o óleo de girassol possa ser utilizado  para proteger a pele dos recém-nascidos prematuros, cuja pele é mais susceptível a infecções.

Contém carotenóides  forma de vitamina A encontrada nas plantas e betacaroteno sendo considerado um excelente óleo para limpar e hidratar a pele propensa a acne, a presença do betacatoreno ajuda a suavizar a aparência de erupções vermelhas e inflamadas e manchas e igualar o tom de pele.

Fica a dica de um óleo interessante para diversas aplicações!

Até Breve, Inês Martins

Mocinhos ou Bandidos?

Olá, tudo bem?

Ao longo desses últimos anos ouvi muitas histórias sobre essências e óleos essenciais, onde as essências são vilãs e os óleos essenciais são mocinhos, ás vezes parece até aqueles romances do velho oeste, nessas histórias não há mocinhos e nem bandidos, o importante é o “conhecimento“.  Essências são produtos sintéticos derivados do petróleo cuja a função principal é perfumar, sem pretensão de qualquer atividade farmacológica, elas estão praticamente em todos os produtos de consumo diário em nossas vidas.

Óleos essenciais são provenientes de plantas, podemos dizer até que óleos essenciais são vivos e complexos possuem propriedades terapêuticas, os quais podem ser utilizados em técnicas  de aromaterapia,  lembrando que não é porque são naturais que devam ser utilizados sem critério de maneira negligente, pois a diferença entre “fazer bem ou fazer mal ” está na dosagem utilizada.

Mas afinal de contas por que há tantas confusões entre eles? Talvez  seja porque há um misticismo do que é sintético não serve e o que é natural serve perfeitamente para nós seres humanos. O sintético em excesso pode comprometer a função de qualquer  ativo em uma formulação assim como o natural em excesso em uma massagem terapêutica  é capaz de provocar verdadeiras reações alérgicas.

Quantas vezes ao entrar em uma loja perfumada com um  aromatizante sintético  sentimos uma satisfação  agradável de frescor e limpeza,  assim como é agradável receber uma massagem terapêutica nos pés após um dia de cansaço e trabalho onde podemos usufruir do conjunto: óleos essenciais, óleos vegetais e técnicas terapêuticas.

O fundamental é bom senso e conhecimento!

Abraços, Inês Martins

 

CACAY, o desconhecido!


CACAY, o desconhecido!

Hoje vamos falar um pouquinho do óleo de CACAY, o desconhecido, todo mundo certamente já ouviu falar do óleo  de ARGAN  conhecido como Ouro do Marrocos tão famoso nos últimos anos pela sua aplicação em cosméticos como : xampus, condicionadores , máscaras capilares , e até mesmo porque não diretamente sobre a pele e cabelos , rico em vitamina E (antioxidante) e ácido graxos  linoleico e oleico tornou-se o queridinho das cabeleiras e  peles das mulheres de todo o mundo, agora vamos falar de outro óleo muito conhecido que é o óleo de ROSA MOSQUETA originário do Chile famoso por minimizar cicatrizes , clarear manchas e tratar peles maduras, tem sido utilizado por várias décadas pelo alto teor de Retinol forma pura de vitamina A que estimula a produção e regeneração celular da pele. Mas afinal de contas quem ou que é esse tal de CACAY?

O óleo vegetal CACAY originário da Cordilheira dos Andes  , é um óleo vegetal obtido da prensagem a frio das sementes da Caryodendron orinocense , onde encontramos duas vezes mais ácidos graxos linoleico e 50 % a mais de vitamina E  do que no óleo de ARGAN, outro destaque é o Retinol que é encontrado em quantidades superiores ao óleo de ROSA MOSQUETA , a presença destes nutrientes fazem do óleo de CACAY , um óleo singular para aplicações capilares na restauração e hidratação de cabelos danificados e também quando aplicado diretamente no rosto antes de dormir , torna-se um excelente tratamento diário natural para peles cansadas ou ainda até mesmo no tratamento de marcas profundas de expressão , é importante lembrar que óleo de CACAY minimiza de maneira considerável as marcas de expressão.

Experimente com certeza você vai sentir a diferença na sua pele e cabelos.

CACAY , muito prazer, o conhecido!

Até breve, Inês Martins